Estratégias para resolver conflitos em projetos

conflitos em projetos

Conflitos em projetos fazem parte do cotidiano de um gerente de projeto. Eles precisam de estratégias vencedoras para que possam ser solucionados. Aqui estão algumas dicas para lidar com conflitos:

Pausar, respirar e decidir os próximos passos

A respiração profunda é uma maneira comprovada de acalmar o estresse e fornecer uma visão mais focada sobre o assunto em questão, então respire profundamente se você estiver no meio de um conflito aquecido ou estressante. Quando nos forçamos a pausar e respirar, em vez de reagir, podemos nos salvar de uma reação emocional que poderia piorar mais as coisas.

Em seguida, decida como proceder. Se o conflito fosse parte de uma dinâmica maior (uma reunião envolvendo várias pessoas, uma enxurrada de e-mails ou um pequeno conflito dentro de uma discussão maior), talvez seja melhor esperar para resolver isso até mais tarde, especialmente se você não estivesse envolvido diretamente, mas sim sua equipe por exemplo.

Reconheça que há conflito na mesa, que deve ser retornado após um período de tempo, e siga em frente.

Dirija o assunto de forma privada

Se o conflito ocorre por e-mail, em uma reunião, em uma ligação ou pessoalmente, certifique-se de que o ato de gerenciar o conflito se mova para uma arena privada. Se o conflito for realizado publicamente, procure abordar de forma privada e encoraje a todos seguir em frente.

Abordar o problema real de forma privada permite que todas as partes envolvidas tenham a chance de expressar seus sentimentos e intenções em um ambiente mais seguro e evitando que os espectadores se envolvam desnecessariamente.

Determine o meio mais apropriado para lidar com o problema

Da mesma forma que abordar a questão em particular, também é importante determinar qual o melhor meio para lidar com qualquer conflito em questão. Talvez um bate-papo ou uma chamada de vídeo seja mais fácil para que a linguagem corporal possa ser lida e as emoções difíceis possam ser mais facilmente expressadas.

Decidir se isso deve ser feito dentro do escritório – geralmente a melhor escolha, especialmente em assuntos relacionados ao trabalho – ou fora do escritório durante o almoço, café ou caminhada também é importante. Independentemente desses meios, é importante certificar-se de que é apropriado para o problema e para as pessoas envolvidas.

No entanto, algumas pessoas são melhores em bate-papo ou e-mail, onde eles têm a chance de pensar cuidadosamente e editar suas declarações. Neste caso, é particularmente importante ser consciente do que é dito por escrito, uma vez que é muito mais facilmente encaminhado (e lembrado) do que um comentário rápido ou irreverente em uma discussão verbal. Tenha cuidado para garantir que todas as pessoas envolvidas tenham uma discussão significativa, ao invés de uma situação gratuita que causa mais problemas do que resolução.

Crie uma abertura para comunicação para que todos possam ter sua opinião

Uma vez que um meio é decidido para resolver o conflito, dê a todos envolvidos a chance de ter opinião. Enquadre a conversa afirmando que ocorreu um conflito.  Reforce o fato de que todos deveriam ter a chance de expressar sua compreensão e sentimentos sobre a situação – e então permita que eles tenham essa chance.

Volte e deixe-os falar individualmente, sem interrupções, explosões ou julgamentos. Permitir que todos sejam ouvidos geralmente pode melhor o ar do ambiente. E então você poderá mergulhar na própria questão levantada.

Compreenda quando está fora do seu alcance

Independentemente de nossos esforços e proezas de resolução de conflitos, pode haver situações em que não haja solução. Quando é esse o caso, precisamos saber quando desistir. Talvez alguém estivesse apenas tendo um dia ruim, ou realmente são difíceis os assuntos. Ou talvez você e seu cliente nunca chegarão a um consenso em um determinado tópico.

Se uma situação é desordenada ou difícil de resolver na sua alçada, é hora de perceber que está fora do seu alcance. Desista ou leve ao próximo nível com o RH ou com seu superior.

 

E você já lidou com um conflito difícil? Deixe sua opinião e pensamentos nos comentários. Gostaríamos de ouvir como é sua abordagem ao gerenciar conflitos.

Quer saber mais sobre nós? Conheça a NPW Digital clicando aqui

Quer seguir nossas páginas nas redes sociais?

LinkedInclique aqui

Facebookclique aqui

 

Fonte: NPW Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *