O que faz um QA em um Projeto de Sistemas?

QA

O que faz um QA em um projeto de sistemas? O desenvolvimento de software é mais do que criar soluções que executam funções. Para os negócios, um novo software é uma maneira de mudar o status operacional. Além disto, pode dar um salto na otimização de processos para garantir melhores resultados corporativos. Exige-se escrever código de alta qualidade e entregar uma solução confiável que funcione de forma perfeita e sem falhas

Portanto, o Quality Assurance (também conhecido como QA) é mais do que encontrar erros. A missão da equipe de QA é ajudar os desenvolvedores web a entregar o resultado de seus trabalhos dentro da linha de tempo estimada, detectando quaisquer problemas que possam bloquear a operação bem-sucedida do software ou mesmo afetar a experiência do usuário.Inicialmente, o QA ajuda a projetar e controlar o processo de desenvolvimento de forma a evitar sérios problemas durante o projeto. Para que isso aconteça, os QA’s trabalham no projeto juntamente com outros membros da equipe (proprietário do produto, gerente de projeto, analista de negócios e líder de desenvolvimento) ao longo do ciclo completo de desenvolvimento de software. O número e a ordem das atividades de controle de qualidade podem variar de projeto para projeto. Isto dependerá fortemente do escopo do trabalho e dos objetivos do projeto.

Vamos dar uma olhada nos processos de QA e como eles estão conectados com as etapas de desenvolvimento.

Primeiro passo: Requisitos de revisão e documentação

Os QA’s iniciam seu trabalho no projeto em paralelo com a geração da documentação. Eles analisam os requisitos e a documentação buscando redundâncias, clareza, consistência, execução. O objetivo é analisar a arquitetura do sistema e as tecnologias e verificar se existem discrepâncias.

Passo dois: Planeje e prepare casos de teste

Quando os requisitos foram estabelecidos, é hora de iniciar o planejamento de casos de teste, ou seja, descreva as ações que os QA’s executam para garantir que o software funcione conforme planejado. Caso o volume de tais casos se torne realmente significativo, você também pode usar ferramentas especiais para escrever estes casos de teste.

Passo três: Desenho dos casos de teste

Quando a fase de desenvolvimento terminar, a equipe de QA começa a executar os casos de teste. O objetivo principal desta etapa é verificar se a solução foi desenvolvida adequadamente da perspectiva técnica e se atende aos requisitos iniciais do proprietário do produto. Nesta etapa existem vários tipos de testes. Pode citar como exemplos: Teste de fumaça/básico, Teste de Integração, Teste de Carga, Teste de Estresse, Teste de Segurança, Teste de browsers, Teste de Regressão. Novamente, você pode optar por automatizar o teste (por exemplo, teste de unidade, teste de regressão). A regra geral: quanto mais dura o projeto, mais se precisa de testes automatizados.

Passo quatro: Relatório e medida

Quando um QA descobre um erro, ele / ela registra em um sistema de rastreamento de bugs que também é um sistema de gerenciamento de projetos. Para este caso, você pode usar um software de mercado. Eles permitem o rastreamento fácil de problemas de qualquer nível, de um formulário de login quebrado para problemas de segurança, e todos os membros da equipe podem ver atualizações de tarefas em tempo real. Isso simplifica a comunicação dentro da equipe e ajuda a manter uma visão geral clara do processo de melhoria.

Cada questão recebe um nível de prioridade de urgente para baixo, que a equipe de desenvolvimento então resolve de acordo com o tempo e as pessoas disponíveis.

Passo cinco: Verificar correções

Quando um desenvolvedor corrige um problema, ele / ela informa aos QAs responsáveis, que o verificam. O ticket no sistema de rastreamento de bugs é fechado quando nenhum problema é detectado. Esta regra aplica-se: nenhum erro pode ser marcado como corrigido até que seja verificado.

 

Todas as etapas de teste acima mencionadas geralmente se aplicam à metodologia de desenvolvimento Waterfall. Tais etapas como Revisão de Requisitos ou Testes de planejamento / escrita são principalmente usadas em projetos complexos de longo prazo, onde um erro custa muito em comparação com o tempo gasto na geração de documentação. No entanto, muitas vezes o tempo de entrega é crucial (por exemplo, quando você é uma startup). Para projetos limitados por tempo e orçamento, é melhor gastar tempo em estabilizar e polir o produto de software em favor da preparação de documentação completa e planejamento de testes escrupulosos.

Ao usar uma abordagem Ágil (como na maioria dos casos), para os projetos de desenvolvimento web de curto prazo, você pode ignorar etapas de Revisão dos requisitos e Planejamento de testes; uma vez que a entrega em tempo hábil das soluções é mais importante do que a documentação perfeita. Consequentemente, os QAs podem começar a testar imediatamente a partir do terceiro passo usando ferramentas muito mais simples. Por exemplo, como as planilhas que conhecemos.

Além disso, algumas etapas dos processos de Desenvolvimento e QA podem ser realizadas simultaneamente para economizar tempo. Por exemplo: Análise e Revisão de requisitos, Planejamento de Implementação e Teste, ou mesmo executando diferentes tipos de testes durante o desenvolvimento. Nesses estágios paralelos, as atividades de teste ajudam a medir o sucesso das tarefas de desenvolvimento.

Quer saber mais sobre tecnologia? Conheça nossa área de tecnologia clicando aqui

Quer seguir nossas páginas nas redes sociais?

LinkedInclique aqui

Facebookclique aqui

Fonte: NPW Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *